Dia do Pai: mais de 18 sugestões que podia oferecer ao meu

O Dia do Pai é talvez o melhor dia do ano. Para não se distrair ficam aqui 18 sugestões que pode ir a correr comprar. Lembre-se que este é o dia em que podemos dar beijos e abraços ao nosso pai sem precisarmos de uma razão mais válida do que simplesmente gostarmos deles.

“Afinal quantos anos fazes?”, é normalmente a pergunta que oiço sempre que telefono ao meu pai no Dia do Pai. “Fui uma boa prenda, sim?” é a resposta que costumo dar. Como o meu pai é extremamente distraído ou pelo menos com uma grande tendência para só se concentrar exclusivamente no que lhe interessa, deduzo que não se aperceba que este diálogo dura há anos. É um bom diálogo, daqueles que nos permitem ter histórias para contar.

Dizem que sou parecida com o meu pai e assumo isso como um elogio. Nunca nada nos foi privado por sermos raparigas, muito pelo contrário. Só lhe tenho a agradecer (e à minha mãe, claro!) ter-nos incutido sempre que não havia nada que não estivesse ao nosso alcance, desde que trabalhássemos para isso. Acho que é uma excelente base. Talvez por isso seja tão difícil encontrar uma prenda que esteja à altura. Aqui ficam mais de 18 sugestões que podem ser um bom ponto de partida.

Ideias para todos os bolsos
1. Óculos de sol Havaianas, Paraty (65€):
mesmo para os pais mais clássicos, para a praia estes são o máximo. Além disso, são super leves e as hastes não aquecem com o sol. 2. Off The Road, Gestalten (35€): uma das melhores viagens que fizemos todos juntos foi a Marrocos de jipe. Este livro recorda-me isso mesmo. 3. Agrafador Ambar (5,99€): um básico, mas com muita pinta e que não precisamos de esconder dentro de uma gaveta. 4. Nikka Coffey Vodka (49,90€): não sou apologista de oferecer bebidas espirituosas, mas se o vamos fazer então que seja algo com imensa qualidade. 5. Creme de Corpo de Arnica, Comfort Zone (23,20€): para qualquer desportista, este creme é um básico.  6. Ténis Freaksloset (155€): uns ténis clássicos, que podem ser customizados. 7. Camisola às riscas Benetton (39,95€): as riscas nunca falham 8. Osmo Mobile 2 (149€): um estabilizador para smartphones, para quem gosta de contar histórias 9. Bloco de Notas Octaevo (14,50€): um básico que deve habitar em qualquer mochila, carteira ou porta-luvas. 10. Capacete de neve Smith (150€): para quem adora o frio 11. Marcador de livro Lagosta Octaevo (12€): para os amantes de leitura. 12. Mochila Greeland Top Fjällräven (132,95€): boa para expedições na floresta, mas também para o dia a dia.

Eu podia dar isto ao meu pai…
1. Kit de viagem para cabelos normais da John Masters (25,80€)
, à venda na Organii: um básico, mais do que básico  2. Whisky Nikka (49,90€): só este whisky daria um artigo inteiro. Para os verdadeiros apreciadores, este é o certo. 3. Champô Kevin Murphy: a marca australiana que respeita o ambiente e o nosso cabelo veio para ficar (à venda em Portugal na Isabel Cotrim Cabeleireiro (Av. Sabóia 713), na Cristina Rodrigues  (Quinta de São Gonçalo, Rua de Itália, 34C, Carcavelos) e no 10 Studio (R. Dona Filipa de Vilhena 36D) 4. Reebok CrossFit Nano 8 (129,95€): para pais desportistas que gostem de testar os seus limites. 5.Quinta de Chocapalha Castelão, 2015 (8€): com taninos redondos e aveludados, o final de boca promete ser longo e fresco. Para apreciar em conjunto. 6. Óculos de sol Carrera (preço sob consulta) 7. Perfume de interior, Rituals (25€): nada como uma casa a cheirar bem 8. Saco de fim de semana Mango (39,99€ – mas agora está com desconto e fica em 31,99€): um básico para quem gosta de andar a passear 9. O Caso de Nero Wolfe, Robert Goldsborough, 13,50€ (ASA): este é o  14.º volume da coleção Crime à Hora do Chá, dedicada a todos os fãs do romance policial britânico. 10. Bolsa Kitsue Camo, Eastpack (preço sob consulta) 11. Alpercatas Origine Havaianas (35€): para quem não adora ir de chinelos para a praia ou uma alternativa aos ténis na cidade.